Ashland, Sunday 10.22.2017
Sunday October 22, 2017 - 12:15 PM ×
Sunday Morning Worship Experience

Join us for a fun, relevant and powerful Worship Experience where you can encounter God in a meaningful way! We keep our services to just 70 minutes long. We do this to honor your time while still putting God first each week. The word “long” seems misplaced because in no way do our services feel long but instead leave you longing for more.

Our worship experience is dynamic, powerful, and passionate! We simply believe if we draw near to God, He will draw near to us. Therefore our goal is to experience God’s presence each and every service. In fact, we believe our services are incomplete unless we feel God’s presence is there in a tangible way.

We offer a safe, fun, age appropriate children’s program at Connect Kids. We care for infants through grade 5. Our staff looks forward to exceeding your expectations each week as we strive to teach your children from God’s Word.

We hope to see you in one of our services! If you have any further questions, please feel free to contact us at office@weconnect.cc.

To watch/listen to our Series & Messages archive, simply click here.

Sunday October 22, 2017 - 10:30 AM ×
Sunday Morning Worship Experience

Join us for a fun, relevant and powerful Worship Experience where you can encounter God in a meaningful way! We keep our services to just 70 minutes long. We do this to honor your time while still putting God first each week. The word “long” seems misplaced because in no way do our services feel long but instead leave you longing for more.

 

Our worship experience is dynamic, powerful, and passionate! We simply believe if we draw near to God, He will draw near to us. Therefore our goal is to experience God’s presence each and every service. In fact, we believe our services are incomplete unless we feel God’s presence is there in a tangible way.

 

We offer a safe, fun, age appropriate children’s program at Connect Kids. We care for infants through grade 5. Our staff looks forward to exceeding your expectations each week as we strive to teach your children from God’s Word.

 

We hope to see you in one of our services! If you have any further questions, please feel free to contact us at office@weconnect.cc.

 

To watch/listen to our Series & Messages archive, simply click here.

Sunday October 22, 2017 - 08:45 AM ×
Sunday Morning Worship Experience

Join us for a fun, relevant and powerful Worship Experience where you can encounter God in a meaningful way! We keep our services to just 70 minutes long. We do this to honor your time while still putting God first each week. The word “long” seems misplaced because in no way do our services feel long but instead leave you longing for more.

Our worship experience is dynamic, powerful, and passionate! We simply believe if we draw near to God, He will draw near to us. Therefore our goal is to experience God’s presence each and every service. In fact, we believe our services are incomplete unless we feel God’s presence is there in a tangible way.

We offer a safe, fun, age appropriate children’s program at Connect Kids. We care for infants through grade 5. Our staff looks forward to exceeding your expectations each week as we strive to teach your children from God’s Word.

We hope to see you in one of our services! If you have any further questions, please feel free to contact us at office@weconnect.cc.

To watch/listen to our Series & Messages archive, simply click here.

  • Bible

Neemias 1:1-3:14

A oração de Neemias

Autobiografia de Neemias, filho de Hacalias: Em Dezembro do ano vinte do reinado de Artaxerxes, rei da Pérsia, quando me encontrava no palácio real em Susã, um dos meus amigos judeus chamado Hanani veio ver-me, acompa­nhado de alguns homens chegados de Judá. Aproveitei a oportunidade para saber como iam as coisas em Jerusalém. “Como passam então os judeus que regressaram a Jerusalém do exílio daqui?”, perguntei-lhes.

“Bom, as coisas não vão indo bem. O muro de Jerusalém ainda não está reconstruído; as portas mantêm-se queimadas.”

Ouvindo isto, sentei-me e chorei. Recusei comer durante vários dias e passei muito tempo orando ao Deus dos céus. “Ó Senhor Deus”, clamei. “Ó grande e tremendo Deus que te manténs fiel às tuas promessas, e que és bom e misericordioso para com os que te amam e obedecem! 6/7 Ouve a minha oração! Escuta cuidadosamente o que tenho para te dizer! Vê, peço, como oro noite e dia pelo teu povo de Israel. Confesso que pecámos contra ti. Sim, eu e o meu povo cometemos o grave pecado de não obedecer aos mandamentos que nos deste através do teu servo Moisés.

8/9 Lembra-te, peço-te, daquilo que disseste a Moisés: ‘Se pecarem, espalhar-vos-ei entre as nações. Mas se se voltarem para mim e obedecerem às minhas leis, ainda que se encontrem exilados nos mais longíquos pontos da Terra, vos farei voltar para Jerusalém. Pois Jerusalém é o local que escolhi para me fazer representar.’

10 Somos teus servos, o povo que resgataste pelo teu grande poder. 11 Senhor, peço-te que ouças a minha oração! Atenta às orações dos que têm prazer em te honrar. Ajuda-me agora, que vou pedir ao rei um grande favor — faz com que no seu coração se incline a ser benévolo para comigo.”

(Nesse tempo eu era quem servia as bebidas ao rei.)

Artaxerxes envia Neemias a Jerusalém

1/2 Um dia em Abril, enquanto servia o vinho ao rei, este perguntou-me: “Porque é que estás tão triste? Estás doente? Pareces estar com grandes problemas.” (Porque até então sempre fora uma pessoa alegre com ele.)

Fiquei pois deveras perturbado, mas repliquei: “Senhor, não hei-de eu estar triste quando a cidade dos meus antepassados está em ruínas e os portões queimados!”

“Bem, e o que é preciso fazer?”, perguntou o rei.

Orei ao Deus dos céus e respondi: “Se vossa majestade achasse bem e se me quisesse beneficiar com a sua boa vontade, poderia enviar-me a Judá para reconstruir a cidade dos meus pais!”

O rei, que tinha a rainha sentada ao seu lado, tornou a perguntar: “E quanto tempo precisas para isso? Quando regressarias?”

Respondi-lhe, e o rei aceitou enviar-me; indiquei-lhe também a data de partida.

7/8 Ainda fiz mais este pedido: “Que vossa majestade se digne dar-me cartas para os governadores a ocidente do rio Eufrates para que me deixem atravessar os seus territórios na viagem para Judá; e ainda uma carta para Asafe, o responsável pelas florestas reais, dando-lhe instruções para que me seja dada madeira para refazer as portas da cidade, para pôr igualmente a porta na fortaleza junto do templo e para a minha própria casa.” O rei concordou com este pedido, porque era Deus quem o inclinava a meu favor.

Quando cheguei às províncias a ocidente do Eufrates entreguei as credenciais do rei aos governadores. Devo acrescentar que o monarca me fez acompanhar de tropa comandada por oficiais para me protegerem. 10 No entanto quando Sanbalate (horonita) e Tobias (o oficial amonita) souberam da minha chegada, ficaram furiosos por haver alguém a interessar-se em ajudar Israel.

Neemias inspecciona as muralhas de Jerusalém

11/13 Três dias após ter chegado a Jerusalém, levantei-me de noite e chamei junto de mim alguns homens. Eu ainda não tinha dito absolutamente a ninguém dos planos quanto a Jerusalém que Deus me pusera no coração. Subi para a montada, e os outros seguiram-me a pé; fomos pelo caminho da porta do Vale em direcção à fonte do Dragão, continuando pela porta do Monturo, para vermos o estado em que estavam as muralhas, todas em ruínas, e as portas ardidas. 14/15 Depois seguimos pela porta da Fonte até ao tanque Real; mas o animal não podia passar por ali. Então contornámos a cidade e seguimos pelo ribeiro, sempre inspeccionando as muralhas, tornando a entrar pela porta do Vale.

16 Os administradores da cidade não souberam o que fiz; porque não tinha contado ainda nada a ninguém dos meus planos — nem sequer aos chefes políticos e religiosos, nem aos que trabalhavam nas obras. 17 Mas depois disse-lhes: “Sabem muito bem a miséria em que se encontra a nossa cidade, em ruínas, com as suas portas ardidas. Vamos reconstruir as muralhas de Jerusalém e sair deste opróbio em que nos encontramos!” 18 E prossegui falando-lhes do desejo que Deus me tinha dado, da conversa que tivera com o soberano persa e do plano de acção com que ele concordou.

Responderam unanimemente: “Óptimo! Vamos reconstruir a muralha!” E metemos mãos à obra.

19 Mas quando Sanbalate, Tobias e Gesem o árabe souberam desta decisão, troçaram de nós e advertiram-nos: “Mas que é isso que querem fazer? Querem revoltar-se contra o rei?”

20 Respondi-lhes: “O Deus do céus nos ajudará; nós, seus servos, havemos de reconstruir os muros. Vocês não têm nada a ver com esta obra, nem por razões de passado nem por razões de justiça.”

Os construtores das muralhas

Então Eliasibe, o sacerdote supremo, mais os outros sacerdotes reconstruíram as muralhas, até à torre dos Cem, e à torre de Hananel.

Seguidamente refizeram a porta das Ovelhas, aplicaram-lhe as portas e consagraram-na. Homens da cidade de Jericó trabalharam ao lado deles, e tiveram também o apoio de uma equipa de trabalhadores chefiada por Zacur (filho de Imri).

A porta do Peixe foi reconstruída pelos filhos de Senaa; fizeram tudo: prepararam a madeira, aplicaram as portas, fizeram as dobradiças e as fechaduras. Meremote (filho de Urias, filho de Coz) ocupou-se da secção a seguir na muralha, e mais à frente trabalharam Mesulão (filho de Berequias, filho de Mesezabel) e Zadoque (filho de Baana). Tiveram também ao lado deles os homens de Tecoa, mas os seus chefes não estavam dispostos a empenhar-se neste trabalho.

A porta Velha foi reparada por Joiada (filho de Paséia) e por Mesulão (filho de Besodeias). Prepararam a madeira e colocaram as portas com os gonzos e as fechaduras. Na secção a seguir estavam Melatias de Gibeão, Jadom de Merenote, e homens de Gibeão e de Mizpá, cidadãos desta província. Uziel (filho de Haraías), um ourives, e Hananias, um fabricante de perfumes, também trabalharam separadamente nas muralhas. Não foi preciso fazerem-se reparações no sector que ia dali até ao muro Largo.

9/10 Refaías (filho de Hur), administrador de metade do distrito de Jerusalém, também participou nos trabalhos na sua zona. Jedaías (filho de Harumafe) reconstruiu a parte do muro que ficava ali junto à sua casa, e mais ao lado trabalhou Hatús (filho de Hasabnéias). 11 A seguir estavam Malquias (filho de Harim) e Hassube (filho de Paate-Moabe) que se ocuparam da torre dos Fornos, e de uma secção da muralha adjacente. 12 Salum (filho de Haloés) e as suas filhas repararam a parte seguinte. Salum era o administrador da outra metade do distrito de Jerusalém.

13 O povo de Zanoa, chefiado por Hanum, refez a porta do Vale, levantou os batentes, pôs os ferrolhos e as dobradiças; além disso trabalharam também na secção de quinhentos metros até à porta do Monturo.

14 Esta última foi reparada por Malquias (filho de Recabe), administrador do bairro de Bete-Haquerem. Tal como com as outras, ocuparam-se do madeiramento, das ferragens e sua aplicação.


O Livro Copyright © 2000
  • One Year Bible
  • Latest from Connect
  • Members Stories
Power of Prayer

My name is Elaina Guardiani and it will be a year next Sunday April 12th, 2015 that I have been coming to Connect Community Church. The only reason it took me so long to go visi...

Elaina Guardiani
Lost & Found

At the end of 1999 I was a brokenhearted 37 year old woman. I'd spent my whole life searching for love that would last, but continually finding heartbreak, including a divorce. ...

Lynn Schreiner

Read More stories »

  • Connect Groups
 
Loading bible