Ashland, Monday 06.26.2017
Sunday July 02, 2017 - 12:15 PM ×
Sunday Morning Worship Experience

Join us for a fun, relevant and powerful Worship Experience where you can encounter God in a meaningful way! We keep our services to just 70 minutes long. We do this to honor your time while still putting God first each week. The word “long” seems misplaced because in no way do our services feel long but instead leave you longing for more.

Our worship experience is dynamic, powerful, and passionate! We simply believe if we draw near to God, He will draw near to us. Therefore our goal is to experience God’s presence each and every service. In fact, we believe our services are incomplete unless we feel God’s presence is there in a tangible way.

We offer a safe, fun, age appropriate children’s program at Connect Kids. We care for infants through grade 5. Our staff looks forward to exceeding your expectations each week as we strive to teach your children from God’s Word.

We hope to see you in one of our services! If you have any further questions, please feel free to contact us at office@weconnect.cc.

To watch/listen to our Series & Messages archive, simply click here.

Sunday July 02, 2017 - 10:30 AM ×
Sunday Morning Worship Experience

Join us for a fun, relevant and powerful Worship Experience where you can encounter God in a meaningful way! We keep our services to just 70 minutes long. We do this to honor your time while still putting God first each week. The word “long” seems misplaced because in no way do our services feel long but instead leave you longing for more.

 

Our worship experience is dynamic, powerful, and passionate! We simply believe if we draw near to God, He will draw near to us. Therefore our goal is to experience God’s presence each and every service. In fact, we believe our services are incomplete unless we feel God’s presence is there in a tangible way.

 

We offer a safe, fun, age appropriate children’s program at Connect Kids. We care for infants through grade 5. Our staff looks forward to exceeding your expectations each week as we strive to teach your children from God’s Word.

 

We hope to see you in one of our services! If you have any further questions, please feel free to contact us at office@weconnect.cc.

 

To watch/listen to our Series & Messages archive, simply click here.

Sunday July 02, 2017 - 08:45 AM ×
Sunday Morning Worship Experience

Join us for a fun, relevant and powerful Worship Experience where you can encounter God in a meaningful way! We keep our services to just 70 minutes long. We do this to honor your time while still putting God first each week. The word “long” seems misplaced because in no way do our services feel long but instead leave you longing for more.

Our worship experience is dynamic, powerful, and passionate! We simply believe if we draw near to God, He will draw near to us. Therefore our goal is to experience God’s presence each and every service. In fact, we believe our services are incomplete unless we feel God’s presence is there in a tangible way.

We offer a safe, fun, age appropriate children’s program at Connect Kids. We care for infants through grade 5. Our staff looks forward to exceeding your expectations each week as we strive to teach your children from God’s Word.

We hope to see you in one of our services! If you have any further questions, please feel free to contact us at office@weconnect.cc.

To watch/listen to our Series & Messages archive, simply click here.

  • One Year Bible
We are locked into a spiritual battle over areas of our lives that the enemy seeks to control, including our families, our finances, and our safety. But God gives us the strength and ability to skillfully confront and win every battle that rages against us.

David understood the principles of both spiritual and natural warfare; consequently, he fought his battles with not only the sword but also praise and worship. The results of his victory in spiritual warfare are evident in Psalm 144: blessings to his sons and daughters

God wants to bless you, but until you learn spiritual warfare, you will live under the enemy's curse. You may be begging and pleading with God for blessing, while all the time the thief is actually stealing your inheritance and blessings!

Begin today to praise and worship the Lord for the victory won for you at the cross and through the resurrection. Focus on your position in the heavenlies (Ephesians 2:6), and demand that the devil loose your family, finances, and security. Your blessings must release. You may have to fight for a while, but the victory is assured if you persevere!

by Larry Stockstill

2 Reis 6-7

Eliseu faz flutuar um ferro

1/2 Um dia o grupo dos profetas veio ter com Eliseu: “Como estás a ver, as nossas dependências são muito acanhadas. Achas que podemos ir até ao Jordão e construir ali melhores alojamentos?”

“Acho que sim; podem ir.”

“Por favor, vem connosco”, pediu-lhe um deles.

“Pois sim”, respondeu Eliseu.

4/5 Quando chegaram ao Jordão, começaram a cortar madeira; mas a certa altura o ferro de um machado caiu ao rio. “Oh, senhor”, exclamou ele, “era emprestado!”

“Onde foi que ele caiu?”, perguntou o homem de Deus. O jovem mostrou-lhe o sítio; Eliseu cortou um pedaço de madeira e lançou-o à água; o ferro do machado veio ao de cima e ficou a flutuar! “Vai apanhá-lo”, disse-lhe o profeta. E assim o recuperou.

Deus cega o exército sírio

Numa altura em que o rei da Síria estava em guerra contra Israel, aquele monarca disse para os seus chefes militares: “Vamos mobilizar as nossas tropas”, e deu-lhes indicações quanto ao processo e ao local de concentração.

Imediatamente Eliseu avisou o rei de Israel: “Não te aproximes do sítio de tal” — o local de acampamento das tropas sírias — “porque os sírios estão a planear mobilizar ali o seu exército!” 10 O rei mandou uma estafeta espiar se era assim como Eliseu dizia. E era verdade. Ora isto aconteceu não uma só vez, mas em várias ocasiões. O profeta salvou dessa forma, repetidas vezes, o monarca de um desastre militar.

11 O soberano sírio estava atónito. Chamou os seus chefes militares e perguntou-lhes: “Quem é que nos anda a trair? Quem é que faz saber ao rei de Israel os nossos planos?”

12 “Não somos nós, senhor”, respondeu um deles. “É o profeta Eliseu que comunica ao rei de Israel até aquilo que dizes na intimidade do teu quarto de dormir!”

13 “Vão já ver onde é que ele se encontra para que mande soldados que o tragam cá”, exclamou o rei.

E vieram dizer-lhe: “Eliseu está em Dotã.” 14/15 Então uma noite o rei da Síria enviou um grande exército com muitos carros e cavalos cercar a povoação. Quando o criado do profeta se levantou de manhã cedo no dia seguinte e saiu de casa, havia tropas, cavalos e carros por toda a parte.

“Ai, meu senhor, que vamos fazer agora?” gritou ele para Eliseu.

16 “Não tenhas medo, porque os que estão connosco são muito mais numerosos do que todos eles juntos!” 17 Eliseu fez então a seguinte oração: “Senhor, abre-lhe os olhos para que veja!” E o Senhor abriu os olhos do moço, que pôde ver cavalos e carros de fogo por todo o lado na montanha.

18 Quando o exército sírio avançou sobre eles, Eliseu orou: “Senhor, peço-te que os cegues”. E assim foi. 19 Eliseu foi ao encontro deles: “Vieram por caminho errado; não é esta a povoação que vos interessa. Venham comigo e levar-vos-ei ao homem que procuram.” E conduziu-os a Samaria! 20 Assim que chegaram Eliseu orou de novo: “Senhor, abre-lhes os olhos agora para que vejam”. O Senhor assim fez, e os soldados constataram que estavam em Samaria, a capital de Israel!

21 O rei de Israel, ao vê-los, gritou para Eliseu: “Oh, senhor, mato-os? Mato-os?”

22 Eliseu respondeu: “De maneira nenhuma! Iríamos matar prisioneiros de guerra? Dá-lhes de comer e de beber, e manda-os embora.”

23 O rei preparou-lhes uma grande festa, e depois deixou-os irem ter com o seu rei. Após isso, os comandos sírios suspenderam as investidas sobre a terra de Israel.

Samaria é sitiada

24/25 Mais tarde, contudo, o rei Ben-Hadade da Síria mobilizou todo o seu exército e atacou Samaria. Como resultado houve uma grande fome na cidade, e passado algum tempo a cabeça de um jumento chegou a custar mesmo um quilo de prata, e meio litro de esterco de pomba era vendida por uma moeda de prata!

26 Um dia em que o rei de Israel ia andando sobre a muralha da cidade, uma mulher chamou-o: “Ajuda-me, ó rei, meu senhor!”

27/29 O rei retorquiu: “Se não for o Senhor Deus que te ajude, que poderei eu fazer por ti? Não tenho nada, nem para comer nem para beber, que te possa dar. Mas, afinal, de que é que te queixas?”

Ela respondeu: “Aqui esta mulher propos-me que comêssemos num dia o meu filho e no outro o dela. Então cozinhámos o meu filho e comêmo-lo. Mas no dia seguinte, quando lhe disse: ‘Dá cá o teu filho para que o cozinhemos’, ela escondeu-o.”

30 Quando o rei ouviu isto, rasgou a roupa que tinha vestida. Aconteceu até que o povo que ali estava, perto da muralha, a ver a cena, reparou que o soberano trazia vestido junto ao corpo roupa interior feita de saco. 31 “Que Deus me tire a mim a vida se não mandar executar Eliseu hoje mesmo!”, garantiu o rei.

32 O profeta estava reunido em casa com os anciãos de Israel quando chegou o recado do rei que o convocava. No entanto, antes mesmo que o mensageiro chegasse, Eliseu disse aos anciãos: “Este assassino enviou-me alguém com a intenção de me matar. Quando ele aparecer, fechem-lhe a porta e não o deixem entrar, porque o seu senhor vem, com certeza, atrás dele.”

33 Estava Eliseu ainda a dizer estas coisas quando o mensageiro chegou; e vinha o rei logo atrás dele: “Foi o Senhor quem provocou toda esta miséria em que estamos!” rouquejou o rei. “Por que razão haveria eu de ficar à espera de alguma ajuda da parte dele?”

Eliseu replicou: “O Senhor manda dizer que amanhã por esta altura, sete litros de farinha ou quinze litros de cevada serão vendidos nos mercados de Samaria por onze gramas de prata!”

Um dos ajudantes do rei disse-lhe: “Isso, nem que o Senhor abrisse janelas no céu, poderia acontecer!”

Mas Eliseu replicou-lhe: “Tu verás isso acontecer; no entanto não terás possibilidade de comprar coisa nenhuma!”

O cerco é levantado

3/4 Ora, havia quatro leprosos que se sentavam habitualmente do lado de fora dos portões da cidade. “Mas afinal, o que é que estamos aqui a fazer, sentados, a deixarmo-nos morrer?”, disseram-se eles uns para os outros. “Se ficamos aqui, morremos de fome; se vamos para a cidade, também morremos de fome. Então o melhor sempre é a gente render-se ao exército sírio. Se nos deixarem viver, tanto melhor; se nos matarem, de qualquer forma teremos de acabar por morrer.”

No fim da tarde, dirigiram-se ao campo dos sírios; e constataram que não havia ali ninguém! 6/7 (É que o Senhor tinha feito com que o exército sírio ouvisse o ruído do rodado de muitos carros e o galopar de muitos cavalos a aproximarem-se. “O rei de Israel contratou o exército dos heteus e dos egípcios para atacar-nos”, gritaram eles. Entraram em pânico e fugiram durante a noite, abandonando tudo — as tendas, os cavalos, os jumentos, etc.)

8/9 Quando os leprosos chegaram à entrada do acampamento, foram de tenda em tenda, e iam comendo e bebendo o que encontravam, ao mesmo tempo que guardavam tudo o que fosse prata, ouro e roupa para esconderem. Mas acabaram por reconhecer que faziam mal: “Não está certo isto; aconteceu uma coisa maravilhosa e não a dizemos a ninguém! Se espararmos pela manhã, até nos pode suceder alguma desgraça; vamos lá dizer ao povo e ao palácio o que aconteceu.”

10 Voltaram para a cidade e contaram às sentinelas o sucedido — que tinham ido ao acampamento dos sírios e que não estava lá ninguém, embora os cavalos e os jumentos continuassem presos e as tendas em ordem; mas não se via vivalma em redor. 11 As sentinelas transmitiram a notícia ao pessoal do palácio.

12 O rei saiu da cama e disse aos seus conselheiros: “Eu sei o que aconteceu. Os sírios sabem que estamos a morrer de fome, por isso armaram-nos uma cilada — deixaram o acampamento, escon deram-se por aí pelos campos, pensando assim atrair-nos para fora da cidade. Nessa altura atacar-nos-ão; levam-nos, seremos seus escravos e ocupam a cidade.”

13 Um dos conselheiros avançou: “Não seria antes melhor que enviássemos alguns homens a espiar o que se passa? Poderão levar mesmo uns cinco dos cavalos que ainda nos restam — se alguma coisa lhes acontecer, a perda será igual a ficarem aqui e morrerem connosco.”

14/16 Conseguiu-se encontrar quatro cavalos que se atrelaram a dois carros, e o rei mandou dois condutores com os carros ver para onde tinham ido os sírios. Eles seguiram o trilho do inimigo através de tudo aquilo — roupa e equipamentos — que tinha ido abandonando, na sua corrida até ao Jordão. Os espias regressaram e deram ao rei o recado do que tinha visto. O povo de Samaria irrompeu para fora da cidade e lançou-se literalmente sobre o acampamento dos sírios. Dessa forma sempre foi verdade que sete litros de farinha ou quinze litros de cevada chegaram a ser vendidos por onze gramas de prata, tal como o Senhor dissera!

17/20 O rei tinha posto à entrada da cidade um seu conselheiro particular, para controlar a circulação que entrava e saía. Mas acabou por ser derrubado e morreu debaixo dos pés da multidão em delírio. Este conselheiro fora o tal de quem, na véspera, Eliseu previra que havia de chegar daí a instantes para o prender. Nessa altura o profeta afirmara ao rei que uma medida de farinha ou duas de cevada haveriam de ser vendidas no dia seguinte por onze gramas de prata. Esse tal conselheiro retorquira que “isso não poderia acontecer nem que as janelas do céu fossem abertas pelo Senhor!” E Eliseu garantiu a esse conselheiro: “Verás isso acontecer, mas não poderás comprar nada!” E foi o que sucedeu, porque o povo o esmagou à entrada da cidade, morrendo ele aí.


O Livro Copyright © 2000

Atos 15:36-16:15

Desacordo entre Paulo e Barnabé

36 Alguns dias depois, Paulo sugeriu a Barnabé que voltassem de novo para a província da Ásia e visitassem cada uma das cidades onde haviam pregado anteriormente, a fim de verem como iam os novos crentes. 37 Barnabé concordou e queria levar João Marcos com eles. 38 Mas Paulo não achou razoável que levassem consigo alguém que os tinha deixado na Panfília e que não os tinha acompanhado no trabalho. 39 E não conseguiram entender­se. Resolveram então separar­se. Barnabé seguiu com Marcos e embarcou para Chipre, 40/41 enquanto que Paulo escolheu Silas e, com a bênção dos crentes, partiu para a Síria e para Cilícia para animar as igrejas ali existentes.

Timóteo junta­se a Paulo e Silas

16 Paulo e Silas foram primeiro a Derbe e depois a Listra, onde encontraram Timóteo, um crente que era filho de mãe judaica cristã e de pai grego. Timóteo era muito considerado pelos irmãos em Listra e Icónio, pelo que Paulo lhe pediu que se lhes juntasse na viagem. Atendendo aos judeus daquela região, circuncidou Timóteo antes da partida, pois toda a gente sabia que o pai dele era grego. Depois, indo de cidade em cidade, tornaram conhecida a decisão relativa aos gentios dada pelos apóstolos e anciãos em Jerusalém. E assim as igrejas cresciam diariamente em fé e em número.

A visão de Paulo do homem da Macedónia

Seguidamente Paulo e Silas percorreram a Frígia e a Galácia, pois o Espírito Santo dissera­lhes que não fossem à província da Ásia naquela altura. Chegando à fronteira da Mísia, encaminharam­se para a província da Bitínia, mas uma vez mais o Espírito de Jesus lhes disse que não o fizessem. Por isso, prosseguiram viagem através da província da Mísia até à cidade de Troas.

Naquela noite Paulo teve uma visão. Viu um homem da Macedónia, na Grécia, que lhe pedia: “Vem ajudar­nos!” 10 Por isso logo procurámos seguir para a Macedónia, concluindo que era Deus quem nos enviava a pregar ali o evangelho. 11 Embarcámos em Troas, atravessámos para a Samotrácia e, no dia seguinte, para Neápolis, 12 chegando finalmente a Filipos, uma colónia romana e a cidade principal do distrito da Macedónia. Ficámos ali vários dias.

A conversão de Lídia em Filipos

13/15 No sábado, saímos da cidade para a beira do rio, onde julgávamos que algumas pessoas se reuniram para oração. Encontrámos então algumas mulheres que ali foram e falámos­lhes. Uma delas era Lídia, vendedora de púrpura, natural de Tiatira. Ela já adorava Deus, e, enquanto ouvia, o Senhor abriu­lhe o coração, e aceitou tudo o que Paulo dizia. Foi baptizada com todos os seus familiares e pediu­nos que fôssemos seus hóspedes: “Se acham que sou fiel ao Senhor, venham e fiquem na minha casa”. E tanto teimou que acabámos por aceitar.


O Livro Copyright © 2000

Salmos 142

Salmo de David.

Oração que fez quando estava na caverna.

142 Suplico ao Senhor!
Em voz alta clamo por ele!
Derramo o meu choro perante a sua face.
Exponho a minha angústia.
E no meio de todo esse meu desespero,
só ele sabe dar-me o escape!

Os meus inimigos aproveitam-se dessa situação
    para me armarem ciladas.
Se procuro alguém que me ajude,
acho-me completamente sozinho!
Ninguém me pode servir de refúgio.
Ninguém quer saber de mim!

Então clamo por ti, Senhor:
“Tu és o meu refúgio”, grito eu,
“tu és tudo o que tenho nesta terra!”
Ouve a minha oração,
    pois estou tão abatido!
Livra-me dos que me perseguem,
    porque são muito mais fortes que eu!
Arranca-me desta prisão,
    porque só assim poderei louvar o teu nome!

E todos aqueles que te seguem se juntarão a mim,
    ao constatarem todo o bem que me fizeste!


O Livro Copyright © 2000

Provérbios 17:24-25

24 A sabedoria vê-se no rosto das pessoas sensatas. Os loucos, quando se tornam ambiciosos, chegam a querer para si a terra inteira!

25 Um filho insensato é um desgosto para o seu pai, é a amargura para quem o deu à luz!


O Livro Copyright © 2000
  • One Year Bible
  • Latest from Connect
  • Members Stories
Power of Prayer

My name is Elaina Guardiani and it will be a year next Sunday April 12th, 2015 that I have been coming to Connect Community Church. The only reason it took me so long to go visi...

Elaina Guardiani
Lost & Found

At the end of 1999 I was a brokenhearted 37 year old woman. I'd spent my whole life searching for love that would last, but continually finding heartbreak, including a divorce. ...

Lynn Schreiner

Read More stories »

  • Connect Groups
 
Loading bible